NOTÍCIAS - DISQUE DENÚNCIA BAHIA

Mulher é presa em apartamento na Barra por tráfico de drogas

Salvador, 02/06/2014

Uma mulher foi presa em um edifício de classe média, na Barra, por tráfico de drogas. Os policiais do Departamento de Narcóticos (Denarc) apreenderam meio quilo de maconha escondido no imóvel localizado na rua Marquês de Caravelas.

Regina Lúcia Dultra Ulm da Silva, conhecida como Coroa, 52 anos, foi abordada na porta do apartamento no final da tarde de sexta-feira (21), quando os policiais averiguavam denúncia sobre uma mulher que estaria vendendo droga naquele trecho do bairro.

Dois homens flagrados com 100 gramas de maconha, quando saíam do Edifício Caravelas, disseram à equipe do Denarc terem adquirido a droga com uma mulher conhecida como Coroa, no apartamento 401.

Ao ser abordada, Regina admitiu guardar uma porção de maconha dentro de um armário. Em meio a diversas peças de roupa, foram encontradas mais 400 gramas de maconha, envoltas em um saco plástico, segundo a Polícia Civil. Regina foi autuada em flagrante por tráfico de drogas.

Fonte: Correio da Bahia

Matéria publicada originalmente 24.02.2014

Projeto que torna exploração sexual de menor crime hediondo é aprovado

Salvador, 02/06/2014

O Senado aprovou hoje projeto que torna crime hediondo a exploração sexual de crianças ou adolescentes. A mudança obriga que o condenado cumpra inicialmente a pena em regime fechado, sem direito a fiança, anistia ou indulto. O Código Penal estabelece pena de quatro a dez anos de prisão para quem favorecer ou praticar a exploração sexual de vulneráveis incluindo donos de estabelecimentos comerciais onde haja a exploração. Mas não prevê o crime como hediondo.

Pela legislação, é considerada exploração sexual de menor (ou vulnerável) submeter, induzir ou atrair à prostituição ou outra forma de exploração sexual alguém menor de 18 anos. Também está enquadrado no crime quem facilitar a exploração de pessoas que, por enfermidade ou doença mental, não tenha discernimento sobre a prática do ato sexual. A lei brasileira já considera como crime hediondo o estupro (seja de maior ou menor de idade), latrocínio (roubo seguido de morte) e homicídio qualificado, entre outros.

Os condenados por crimes hediondos têm que cumprir dois quintos da pena antes de conseguirem progressão de regime como sair do fechado para o semiaberto. Em caso de reincidência, a progressão só é conquistada se o condenado cumprir três quintos de sua pena. O projeto foi aprovado de forma terminativa pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado.

O texto segue diretamente para análise da Câmara se não houver recurso para ser votado no plenário do Senado. Relator do projeto, o senador Magno Malta (PR-ES) defendeu a mudança na legislação por considerar a exploração sexual de menores “uma das mais perversas violações dos direitos humanos”.

O senador, que foi relator da CPI da Pedofilia do Senado, disse que o crime “destrói a noção de valores básicos das vítimas que, frequentemente, acabam por ingressar na criminalidade”. Autor da proposta, o senador Alfredo Nascimento (PR-AM) disse que a exploração sexual de menores merece “repúdio” de toda a sociedade, por isso o Congresso deve endurecer suas punições.

“Estamos convencidos de que o crime de exploração sexual de crianças ou adolescentes, pela repulsa que desperta no meio social, deve ser classificado como crime hediondo. Não é demais enfatizar, ainda, que tal medida mostra-se absolutamente consentânea com a gravidade objetiva da apontada conduta”, afirmou o senador.

Fonte:  Correio da Bahia

Matéria publicada originalmente 14.02.2014

“Buchas” de maconha apreendidas em Feira de Santana

Salvador, 02/06/2014

Investigadores da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) de Feira de Santana apreenderam, na quarta-feira (12), 185 buchas de maconha, embaladas em papel laminado, 60 pedras de crack e R$ 610, numa residência localizada na rua Juruá, bairro Vietnã. Agenor de Jesus Santos Júnior, o “Foguinho”, 25 anos, foi identificado como dono da droga e conduzido à unidade policial.

Segundo o delegado Carlos Henrique de Oliveira Lins, da DTE/Feira, Foguinho passou a ser investigado depois que denúncias anônimas, encaminhadas à polícia, informaram que ele estaria traficando naquele bairro de Feira. Ao chegarem ao local, os investigadores encontraram, em frente à residência do traficante, o usuário Carlos André das Virgens Maciel, 38, que confessou estar ali para comprar drogas.

Foguinho foi autuado por tráfico e conduzido ao Presídio Regional de Feira de Santana, enquanto Carlos André ouvido e liberado. A droga apreendida foi enviada para análise no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

“Pitchula”

Flagrado com quase um quilo e meio de drogas, o traficante Robson dos Santos Souza, o “Pitchula”, foi preso em casa, por uma equipe da 26ª Delegacia Territorial (Vila de Abrantes), na cidade de Alagoinhas. Com ele, foram apreendidos 10 pedras grandes de crack, somando 810 gramas, e dois tabletes de maconha, pesando meio quilo.

Os policiais fizeram diligência em Alagoinhas, para investigar a informação de que Pitchula fornecia drogas para serem comercializadas por traficante de Vila de Abrantes. Autuado em flagrante por tráfico de drogas, pela titular da 26ª/DT, delegada Maria Danielle Monteiro, está custodiado na carceragem daquela unidade policial, à disposição da Justiça.

Fonte: Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA)

Matéria publicada originalmente 14.02.2014


Página 203 de 210« Primeira...102030...201202203204205...210...Última »

@ 2017 - Todos os direitos reservados - Disque Denúncia Bahia - (71) 3235-0000 - 181 | DD181